terça-feira, 2 de junho de 2015

MAIO AMARELO

Atenção pela vida 

     Maio amarelo é um movimento Internacional de conscientização para a redução de acidentes no trânsito, que nasceu no Brasil em maio de 2014.  Este movimento tem como objetivo colocar em pauta para a sociedade  o tema trânsito voltado para a segurança e preservação da vida.
      Como a ONU (Organização das Nações Unidas), decretou a Década de Ações para a Segurança no Trânsito (2011 - 2020), em 11 de maio de 2011, as ações são sempre realizada em maio em todo mundo. 
Slogan da campanha.
     Com o intuito de estimular a participação dos alunos nesta campanha, a E.B.M. Padre José Anchieta, participou do Concurso Escolar "Maio Amarelo", organizado pela Defesa do Cidadão/Secretaria de Educação de Chapecó.
    


     
            Durante a última semana do mês de maio, a escola realizou diferentes atividades de Relevância Social, de que trata o concurso. 


Símbolo da Campanha.
Laço amarelo desenhado com as mandalas. Simboliza algo a se engajar.
    Dentre as atividades desenvolvidas, destaca-se a confecção de mandalas com a predominância da cor amarela. "Como o concurso deixava a critério da escola definir o tipo de atividade que iria desenvolver, optei em trabalhar na criação de mandalas para serem entregues aos motoristas juntamente com os folders da campanha elaborado pela Secretaria de Defesa do Cidadão", diz Eliane Costa Curta, professora de Arte.

Professora Eliane Costa Curta e alunos
confeccionando as mandalas.

O principal objetivo foi atingido:
 "O envolvimento dos alunos na campanha".

Alunos confeccionando as mandalas.
     Após produzir as mandalas, os alunos da 6ª Série, com a supervisão da Coordenadora Pedagógica, Margarete Tecchio e da Professora Eliane Costa Curta, fizeram uma blitz em frente da escola para distribuir o material da campanha. 


Momento de interação dos alunos e os motoristas.
    
  "Adoramos a receptividade dos motoristas que nos receberam prontamente. Foram todos educados e receptivos às orientações e informações fornecidas. Nossos alunos ficaram empolgados, pois de uma forma simples, contribuíram para termos um trânsito mais humano", comenta a Margarete.

Nenhum comentário:

Postar um comentário