segunda-feira, 22 de setembro de 2014

SEMANA NACIONAL DO TRÂNSITO 2014

Trânsito Organizado Salva Vidas


     A abertura oficial da Semana Nacional do Trânsito 2014 em Chapecó, contou com a participação de alunos das Escolas Municipais e de representantes das entidades envolvidas. A solenidade foi realizada no auditório da Prefeitura e teve como finalidade divulgar a programação completa das atividades até o dia 28 de setembro.
  Durante o evento houve o lançamento de dois concursos direcionadas às crianças, alunos das Escolas Municipais. Com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, nossa escolas foi convidada a participar do "Concurso de confecção de cartazes" e da criação de um "vídeo", para ser postado no blog da escola, com as atividades desenvolvidas a partir da temática discutida neste ano:"A segurança no trânsito com o foco no pedestre".
   No momento do lançamento do concurso, o Secretário de Defesa do Cidadão, Sérgio Wallner, explicou que será montada uma comissão julgadora que irá avaliar os melhores trabalhos. "Os melhores trabalhos selecionados serão premiados com tablets, e com uma viagem ao Beto Carreiro", diz Wallner.



Alunos da E.B. M. Padre José Anchieta, participando
do lançamento da Semana do Trânsito 2014.

     Quando a proposta do projeto foi apresentada aos alunos do 9º ano de nossa escola, a primeira reação foi de demonstrar uma resistência ao tema. Segundo a professora Aline Angélica Pinheiro, regente da turma e que coordenou os trabalhos, o adolescente sempre tem a ideia de saber tudo. "Quando começamos assistir alguns vídeos e trabalhamos a legislação e a realidade do trânsito do entorno da escola, foi que eles perceberam que a questão da mobilidade urbana vai além de carros rebaixados e som alto", comenta a professora.

Cartazes educativos  confeccionados pelos alunos.
 Coordenação Professora Eliane Brugnera. 

Alunos organizando um circuito educativo para trabalhar
 a orientação no trânsito com as crianças da escola.

Para o Aluno Felipe "Trabalhar com as crianças menores
 foi gratificante".

Aluno Weslei, orientando as crianças quanto a conduta
 correta  no trânsito.
Crianças participando do circuito de boas maneiras no trânsito,
 montado pelos alunos do 9º Ano.

"O empenho e a dedicação dos alunos maiores em relação aos menores
 foi mágico", comenta Fábio de Castro, Coordenador Pedagógico da Escola.

"Foi emocionante para mim, porque nós, mais velhos, temos a noção dos 
cuidados que devemos ter no trânsito. Já as crianças não tem uma ideia definitiva.
 Precisamos e podemos ajudar na educação das novas gerações",
comenta o aluno Wilson Kuntze.

MOBILIZAÇÕES REALIZADAS NA ESCOLA COMO CAMPANHA PELA CONSCIENTIZAÇÃO DO 
TRÂNSITO 2014.

  Para a professora Aline Angélica Pinheiro, depois de motivados, os alunos tomaram a iniciativa de abraçar o projeto e as ideias começaram a surgir. "Foi lindo e emociante vê-los animados, tomando decisões de forma independente. Se o objetivo maior da aprendizagem é tornar o aluno apto a criticar, redesenhar, redefinir, reconstruir algo a partir daquilo que ele percebe produzindo conhecimento, tenho certeza que ao desenvolver esse projeto isso aconteceu", enfatiza Aline.
   Para orientar os alunos menores, os alunos do 9º ano, realizaram ações com as crianças da 1º ao 6º ano. Com o objetivo de ensinar de forma lúdica, organizaram materiais necessários pra trabalhar regras de trânsito. Para isso recriaram um espaço de vivencia do trânsito dentro do ginásio da escola.
   Além do circuito didático de trânsito montado no ginásio e confecção de panfletos que foram entregues à toda comunidade escolar, foi organizado um vídeo que está postado no youtube, com o nome "Trânsito organizado salva vidas".

VÍDEO DA CAMPANHA
 "SEMANA NACIONAL DO TRÂNSITO 2014"
  E.B.M. PADRE JOSÉ ANCHIETA

video

Link para acesso youtube : http://youtu.be/eR-t-zQO3xA


O MAIOR PRÊMIO QUE SE PODE RECEBER É PERCEBER A EVOLUÇÃO
E A PARTICIPAÇÃO SIGNIFICATIVA DOS ALUNOS
DURANTE O PROCESSO!!!




quinta-feira, 18 de setembro de 2014

REVELANDO TALENTOS

Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas


     No último sábado (13/09), 907,446 estudantes de mais de 41 mil escolas de todo país fizeram a prova da segunda fase da 10ª Olimpíada Brasileira de Matemática das escolas Públicas (Obmep 2014). A atividade, do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), tem como finalidade de despertar o interesse dos alunos e revelar talentos. 

OBMEP 2014
A segunda fase da 10ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas teve mais de 900 mil participantes.

     A primeira fase, ocorreu nas escolas em que os alunos estão matriculados. Com 20 questões objetivas, ocorreu no dia 27 de maio, com mais de 18 milhões de estudantes  de 5.533 municípios, Os 5% mais bem colocados estão participando da segunda fase.     
   A E. B. M Padre José Anchieta, com o acompanhamento das professoras Cleizer Canello e Rosilaine da Silva, participou ativamente com um expressivo número de alunos do 6º ao 9º ano, sendo eles:

RELAÇÃO DOS ALUNOS CLASSIFICADOS 
NA 1ª ETAPA:

* Cristian Batista Lara - Turma 61
* Erica Fernandes de Orel - Turam 61
*Jonas Policena da Silva - Turma 61
* Daniel Vieira da Silva - Turma 62
* Diego Ruan Ramos - Turma 73
* Daniel Gonçalves - Turma 81
* Ketlin R. da Silva - Turma 82
* Talia de Almeida - Turma 82
* Felipe Wessley Figueiró - Turma 91
* Samuel de Almeida - Turma 91

     A estimativa deste ano é que sejam premiados 500 estudantes com medalha de ouro, 1.500 com a de prata e 4.500 com a de bronze, além de 46.200 ganhadores de menções honrosas. todos os medalhistas serão convida
dos a participar do Programa de Iniciação Científica do Impar. O resultado será divulgado no dia 1º de dezembro, ficamos na torcida..







quarta-feira, 3 de setembro de 2014

CRIATIVIDADE E IMAGINAÇÃO

TRABALHANDO COM O TRIDIMENSIONAL


     Aproveitando o convite recebido do Museu de História e Arte de Chapecó, para a escola estar participando do projeto "Semana Paulo de Siqueira", a professora Simone Maria Vettorello desenvolveu com os alunos do 3º ano do Ensino Fundamental o projeto "Trabalhando com o Tridimensional". A realização dessa atividade deu aos alunos a oportunidade de trabalhar com conceitos e vivenciar na prática o ato de modelar, esculpir, colar, enfim exercerem a criatividade em material tridimensional.

O ato de modelar, esculpir, colar, permite que as crianças
 exerçam a criatividade em material tridimensional.
      Inspiração, criatividade e imaginação não faltaram aos alunos envolvidos nesse projeto. Fez parte das aulas, visita ao Museu de História da Arte de Chapecó e o Memorial Paulo de Siqueira, os alunos participaram ainda de oficinas, jogos educativos e explanação sobre as obras do artista.
      Para Simone, as atividades variadas de modelar, esculpir, colar e criar permitiram que as crianças exercessem suas criatividades em um material tridimensional. "É através da arte que o indivíduo pode expressar de forma completa e integra o que sente, pensa, deseja e o que lhe é importante. A criança pode observar transformações e enxergar inúmeras possibilidades para cada situação e cada novo material que lhe é apresentado. Ela cria para falar de si e de seu próprio modo de ver o mundo", comenta a professora.

Simone Maria Vettorello, professora de Arte da Escola.
      Num primeiro momento as crianças participaram das oficinas desenvolvidas pelo Memorial Paulo de Siqueira. Essas oficinas tiveram como principal objetivo, aproximar as crianças do artista Paulo de Siqueira, autor do monumento "O Desbravador", uma das obras mais importantes em nossa cidade. 
   Após a sensibilização, já na escola, com a coordenação da professora Simone, os alunos confeccionaram uma releitura a partir das obras: Dom Queixote, Guerreiro montado no Peixe e Fantasma da Ópera, todas obras do Artista chapecoense Paulo de Siqueira. 


Vivenciando a obra de Paulo de Siqueira.
Empenho na produção artística.
Criatividade  na busca e seleção do material
  utilizado na releitura.


Satisfação total dos alunos em ver
os resultados de seus trabalhos.
     O trabalho de reeleitura, foi realizada em duplas, e teve como objetivo selecionar uma obra para representar a escola no concurso em homenagem a Semana de Paulo de Siqueira. Depois das obras prontas, com a ajuda da Coordenadora Pedagógica Ivandra Matiassi, responsável pela coordenação da área de Arte da Rede Municipal de Chapecó, escolheu-se a obra "Guerreiro Ninja e seu Dinossauro Maluco", de autoria dos alunos Luana Negri Marchetti e Michael Junior Finatto. 
       


Michael e Luana no momento de criação da reeleitura.
Obra tridimensional "Guerreiro Ninja e seu Dinossauro Maluco".
Trabalho premiado na mostra "Semana Paulo de Siqueira".
     Para a professora, a realização da atividade foi interessante, pois contribuiu para desmistificar com as crianças um conceito equivocado em relação aos museus, de que é um lugar apenas de observação e reflexão. "Foi uma experiência interessante, pois nós não só ficamos sabendo sobre a vida e a obra desse importante artista chapecoense, mas acabamos também fazendo arte através das reeleituras das obras", conclui Simone.

Vivenciar a arte é a melhor maneira de aprender.





terça-feira, 2 de setembro de 2014

HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS

OBESIDADE: PREVENÇÃO É O MELHOR REMÉDIO

     Pesquisas comprovam que  os problemas de obesidade são vistos com muita preocupação por profissionais da área da saúde. A cada ano,  o número de pessoas obesa cresce em todo mundo. O grande desafio é controlar esse mal desde muito cedo, uma vez que já é considerável o índice de criança com excesso de peso. 
    Estudos  realizados com crianças de nossa escola  no ano de 2013,  comprovaram o que todos já desconfiavam: nossas crianças estão ingerindo mais calorias do que o recomendado, levando-as a apresentarem elevados índices de sobrepeso e algumas sendo consideradas propriamente obesas.
Nossas crianças  estão ingerindo mais calorias do que o recomendado.

     É HORA DE MUDAR ESSE JOGO

    Considerando que a questão da obesidade infantil é, sem dúvida, um problema de caráter social, a acadêmica em Nutrição, Debora Dalazzen, está desenvolvendo um projeto intitulado "Roda de Conversa", com o intuito de promoção da saúde na escola.


"Debora Dalazzen, acadêmica em Nutrição".

     Para a acadêmica, é de extrema importância construir uma educação alimentar ainda na fase de criança. "Os pais, por sua vez, devem procurar usar o bom senso na hora de selecionar os alimentos a serem ingeridos pelos seus filhos, e deixar de lado a equivocada ideia de que criança saudável é criança gordinha e que come bem de tudo", afirma Debora.


Aquilo que é gostoso e  nem sempre é saudável.
   

      Através de uma conversa direta ao ponto, a nutricionista aplicou um roteiro de perguntas quanto  a alimentação praticada pelos alunos. Após ser respondido o questionamento abrir espaço para o debate. Em seguida realizou orientações na pirâmide alimentar de acordo com as respostas que foram obtidas.
 
Frituras, salgadinhos, chocolates, bolachas
 recheadas... devem ser substituídas por frutas.
     Utilizando-se de embalagens de alimentos que fazem parte de seus consumos diários, os alunos receberam informações de como é feita a leitura de rótulos, para perceberem quais são os alimentos que podem ser consumidos diariamente e quais devem ser evitados ou devem ser consumidos esporadicamente.
                                       
"Educar a criança para não medicar o adulto".
                                   
     Para a estagiária, a realização das palestras superou as expectativa, pois conseguiu fazer com que os alunos reflitam sobre os alimentos que estão ingerindo diariamente. Após a realização das oficinas alimentares, observou-se que os alunos, através de manifestação no grupo, entenderam que frituras, salgadinhos, chocolates, sanduíches gordurosos, bolachas recheadas, todas essas guloseimas podem ser substituída por frutas, iogurtes com baixo nível de gorduras e legumes. "O meu objetivo com este estágio não é fazer com que eles mudem completamente os seus hábitos de um dia para o outro, mais sim conscientizá-los da importância de fazer mudanças em seus hábitos, para evitar problemas no futuro", comenta Dalazzen.



Amostras de quantidade de sal, gorduras e açucares
contidos em porções de produtos industrializados.
                         
   Como conclusão das atividades, foi apresentado aos alunos um cardápio alimentar com base em nutrientes, tais como: fibras, vitaminas D, cálcio, vitaminas E, tão importantes para o crescimento saudável e qualidade de vida. As crianças foram orientadas ainda, a evitar o consumo de sódio (sal de cozinha), presentes em queijos, frituras, alimentos industrializados que apresentam muitos conservantes, entre outros. "Para mim foi muito bom fazer este estágio, pois estar em contato com este público me mostrou a importância de trabalhar os conceitos de alimentação saudável com esta faixa etária. De certa forma, estou contribuindo para que as crianças observem seus hábitos alimentares equivocados, para que no futuro isso venha contribuir para o não aparecimento das doenças crônicas não transmissíveis", conclui Debora.


A reeducação alimentar contribui para
prevenir a obesidade infantil.


segunda-feira, 1 de setembro de 2014

FOLCLORE

LUGARES E HISTÓRIAS QUE ENCANTAM

   Você Sabe o que é folclore? Que tipo de histórias seus pais contam para vocês? Você tem medo do Saci, do Bicho-Papão? Que adivinhas você conhece? Você conhece muitos lugares? Foi num clima de questionamentos provocantes e de respostas desafiadoras que começaram os trabalhos do 3º Bimestre.     
  Aproveitando que o mês de Agosto é considerado o mês do FOLCLORE brasileiro, as professoras: Susana Bertollo Guerezzi, Marli Teresinha Galvão e Pricila Regina Berta, aproveitaram para resgatar e vivenciar com as turmas do 2º ano (série inicial) as manifestações da cultura brasileira.



      O projeto intitulado de "Lugares e Histórias que encantam", está sendo desenvolvido com as turmas 21, 22, e 23, e terá como período de duração todo o 3º Bimestre. Para a professora Susana Guerezi, o projeto tem como objetivo, através de relatos de histórias que fazem parte do folclore brasileiro, despertar nos aluno a curiosidade de conhecer diferentes lugares das diferentes regiões do Brasil. "Acredito  que com o desenvolvimento desse projeto, os alunos vão ficar aguçados e irão despertar o interesse para buscar novos conhecimentos e saberes", comenta a professora.

Professora Susana com seus alunos da turma 22.

     Através de leituras e releituras das lendas como: Saci Pererê, Curupira,  e outras, resgatou-se a vivencia e  valorização da cultura popular brasileira. Segundo relato das professoras envolvidas no projeto, a dinâmica possibilitou desenvolver práticas de leituras, escritas, oralidade e raciocínio lógico.

Gráfico construído a partir das manifestações dos alunos
no que diz respeito as lendas preferidas.

Mural confeccionado com dobraduras do saci.

Construção com caixa de fósforo de adivinhas
 relacionadas aos provérbios populares.

O que é? O que é? Cai de pé e corre deitada???
... a minhoca de para-quedas!!!!!



  Para a professora Susana,  o desenvolvimento do projeto está sendo muito instigante, tanto para os alunos quanto para os professores. "Estou conseguindo estimular a fantasia e imaginação com o encantamento das características dos lugares diferentes que eles estão conhecendo através do folclore. Porém o que está me deixando mais encantada são as inúmeras possibilidades de atividades que estou conseguindo realizar com minhas crianças", afirma.
  Além de trabalhar com textos relacionados a origem do folclore através de personagens das lendas e mitos, está sendo desenvolvida atividades relacionadas a parlendas, adivinhas, provérbios, cantigas,brincadeiras e atividades de dobradura e cartazes. 
  Como uma prática social final está prevista a construção de um livro com atividades relacionadas ao folclore e a organização de um mural com cartazes com adivinhas, provérbios, lendas e cantigas de maneira ilustrada e lúdica. 

Escuta sensível de diferentes gêneros textuais (poemas, canções,
quadrinhas, parlendas, adivinhas, trava-línguas,
 piadas e literatura infantil), fazem parte das aulas.