terça-feira, 29 de abril de 2014

AVALIAÇÃO DO PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM


IGUALDADE NÃO SIGNIFICA JUSTIÇA



      Dando continuidade a Formação Continuada dos professores da EJA da Rede Municipal de Ensino de Chapecó, na última sexta-feira, dia 25 de abril, aconteceu na E.B.M Padre José Anchieta a palestra sobre “Avaliação do Processo Ensino Aprendizagem".

Professor Jairo Francisco dos Santos

       O encontro foi organizado pela Gestora da Escola, Claudia Amanda Morozo e sua equipe de apoio, e contou com a presença de Daniel da Rosa, Coordenador da EJA e todos os professores que trabalham nesse programa.
A formação foi ministrada pelo professor Jairo Francisco dos Santos, que através de uma proposta dinâmica, fez uma reflexão teórica sobre os objetivos e as funções do processo avaliativo, e os instrumentos e critérios avaliativos. Além de trabalhar questões pontuais, no que diz respeito á avaliação qualitativa, reforçou a ideia da necessidade da elaboração do planejamento das ações por parte dos educadores.
“Defino avaliação da aprendizagem como uma conversa amorosa entre pais e filhos, no sentido de que a avaliação, por si, é um ato dialógico, acolhedor, integrativo, construtivo e inclusivo”, diz o professor Santos.

Professores do Projeto EJA.

Para Daniel da Rosa, Coordenador da EJA, a educação não mudou apenas os métodos de ensino, que se tornaram ativos, mas inclui também a concepção de avaliação. “Antes a avaliação tinha um caráter seletivo, uma vez que era vista apenas como uma forma de classificar e promover o aluno de uma série para outra ou de um grau para outro. Atualmente, á avaliação assume outras funções, pois é um meio de diagnosticar e de verificar em que medida os objetivos propostos para o processo ensino aprendizagem estão sendo atingido”, afirma Daniel.



“Na avaliação inclusiva, democrática e amorosa não há exclusão, mas sim diagnóstico e construção. Não há submissão, mas sim liberdade. Não há medo, mas sim espontaneidade e busca. Não há chegada definitiva, mas sim uma longa caminhada em busca do melhor. Sempre!”, conclui o palestrante da noite.